terça-feira, 6 de setembro de 2011

Teia Ambiental... eu participo, participe também...

Você sabia que uma pilha pequena
pode contaminar 20.000 litros de água?



Vamos tomar a iniciativa?

Se a nossa rua não tem coleta seletiva de lixo, que tal começar? 
Falando com os moradores e organizando um grupo. 
O primeiro passo, é a “conscientização”. 
O próximo passo é “informação”. 
Descubrindo onde existem postos de coleta. 
Normalmente as prefeituras cuidam disso, 
mas também existem ONGs e outras entidades alternativas 
que desenvolvem esse tipo de trabalho. 
A seguir, separando nosso que produzimos em nossa casa e colocar nos depósitos exclusivos. 
Não precisamos virar militante ecológico e nem nos filiarmos a uma ONG. 
Basta lembrar que somos também, responsáveis pela manutenção 
daquilo que todos recebemos de graça: o ambiente.


Todos os anos 15 bilhões de baterias são produzidas e vendidas no mundo. 
Dessas, a grande maioria pertence ao grupo das alcalinas e pouquíssimas são recicladas. 
Para reduzir a produção de novas pilhas e a geração desse lixo altamente tóxico, 
procure utilizar pilhas recarregáveis.


Parece a princípio ser mais caro...
mas ao longo do uso, a economia é grande, para o bolso e para o Planeta.

Cada uma dura o equivalente a mil pilhas descartáveis.


No Lugar Certo

Existem produtos que, por serem nocivos ao ambiente e à saúde, não devem ser jogados no lixo doméstico. São os “resíduos especiais”.

Possuem substâncias tóxicas, de efeito cumulativo como cádmio, chumbo e mercúrio, que uma vez presentes no organismo não podem ser eliminados, causando lesões sérias. 

Contaminam o solo, lençóis freáticos, plantações, animais e pessoas. 

Dentre os mais conhecidos estão: 
pilhas, baterias de celular e de eletrônicos em geral, lâmpadas fluorescentes e remédios. 




Como Jogar...

Pilhas e Lâmpadas: Ponha num saco plástico, feche bem, e leve à caixa de coleta.

Baterias - de celular e outras: Pela legislação, as lojas que vendem o aparelho são obrigadas a receber a bateria descarregada.

Remédios: São como lixo hospitalar. Coloque num saquinho e entregue na farmácia mais próxima para coleta especializada.

Dúvidas? 
Consulte o S.A.C. do fabricante, ou a CETESB, ou o órgão de Saneamento Ambiental de sua cidade. 

Só para relembrar, veja quanto tempo a natureza demora para se desvenciliar de alguns itens.





Jornais 2 a 6 semanas
Embalagens de Papel 1 a 4 semanas
Casca de frutas 3 meses
Guardanapos de papel 3 meses
Pontas de cigarro 2 anos
Fósforo 2 anos
Chicletes 5 anos
Nylon 30 a 40 anos
Sacos e copos plásticos 200 a 450 anos
Latas de alumínio 100 a 500 anos
Tampas de garrafa 100 a 500 anos
Pilhas 100 a 500 anos
Garrafas ou frascos de vidro ou plástico indeterminado




Ps.:
O meu cata pilhas e baterias está sempre à mão...
e sempre que precisa levo-o para o posto de coleta mais próximo.
Já existe vários lugares que se prestam a este serviço
Sem querer fazer propaganda, o Banco Santander e a Drogaria São Paulo recebem este material.


Embora opte por pilhas recarregáveis, uso em quase tudo
tem situações que as pilhas comuns são, ainda, inevitáveis
 
 

(fotos e montagens, e efeitos by Zininha)

11 comentários:

  1. Maravilha de post. Tão necessário esse cuidado com a natureza! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Zininha, faço esse trabalho na escola onde trabalho, preparei uma caixa para coleta e fiz um trabalho de conscientização com os alunos, eles adoraram a idéia e colaboram com a natureza.
    Um abraço! Bom feriado!!

    ResponderExcluir
  3. Zininha querida,

    Parabéns pela postagem, muito importante para todos Nós!
    Com a modernidade, infelizmente temos que pagar um preço....são tantos os produtos eletrônicos, e muito mais suas peças que estarão presentes na Natureza por muitos e muitos anos.
    Fico a pensar que não irá demorar, o dia em que não existirá mais lugar para tantas coisas.
    Mas vamos fazendo a nossa parte, para que quando esta época chegar, os impactos possam ser um pouco menores.
    Na empresa que meu marido trabalha, eles possuem coleta de pilhas e lâmpadas, então quando alguma lâmpada queima, ele já entrega lá, e pilhas comprei da recarregável.....realmente é mais cara, mas compensa muito.

    Vendo sua lista com o tempo que a Natureza demora para decompor alguns ítens, é de doer o coração.

    Beijos em seu coração!!!

    ResponderExcluir
  4. Adorei! Adorei! Ler blogs sobre o ambiente deveria ser materia de escola! Parabéns por ter se lembrado desse importante assunto.

    Abraços,

    Elaine

    P.s Falei sobre algodão organico, de um pulinho lá,

    ResponderExcluir
  5. Excelente post! Muito esclarecedor, na escola do meu filho estão fazendo uma gincana em que a prova é trazer para a escola o maior número de pilhas usadas possíveis para serem descartadas corretamente. Eu achei super legal essa iniciativa. Abraços, Sueli.

    ResponderExcluir
  6. Zininha,
    altamente esclarecedor teu post, inclusive com a referência aos postos de coleta.Aqui em Niterói, no bairro em que moro há um no supermercado, o que me facilita muito.
    Faz parte da educação ambiental na escola informações como as que vc postou, além de muitas atividades ligadas à conscientização da meninada na importância da preservação da natureza.
    Todos os anos eu promovia com meus alunos a realização de jogos de tabuleiros confeccionados por eles onde se desenvolveria a consciência ecológica.As crianças adoravam!
    A teia só cresce e nos envolve cada vez mais;ainda bem!
    Bjos mil,
    Calu

    ResponderExcluir
  7. Olá Zininha,
    cá estamos de volta à Teia, fiando os fios que nos ligam no emaranhado da consciência universal.

    Gosto muito desse tema das pilhas.
    Antes de participar na Teia, escrevia um artigo mensal para um Jornal comunitário. Num dos meses falei de pilhas recarregáveis e dos dois tipos existentes. Se quiser espreitar, deixo o link:
    PILHÃO - artigo JUL 2009

    Gostei dessa sua dica de:
    "Se a nossa rua não tem coleta seletiva de lixo, que tal começar?
    Falando com os moradores e organizando um grupo."

    Pura cidadania ativa!
    Excelente!
    Beijinhos verdes.
    Rute

    ResponderExcluir
  8. Essa é uma questão bem procedente. Temos q procurar reciclar tudo de forma correta. As vezes não fazemos isso por comodismo. Mas será q no futuro nosso comodismo não nos custará caro? Muita paz!

    ResponderExcluir
  9. Tem céu teu que acabou de entrar!obrigado,beijos,chica

    ResponderExcluir
  10. Ótima participação na Teia, Zininha !!!

    Eu guardo todas as pilhas em recipientes plásticos (garrafa de refrigerante), há muitos anos, aguardando o lugar correto para colocá-las.
    Agora, aqui na minha cidade já tem esse recolhimento.

    Beijo

    PS: acrescentei, na minha postagem, mais algumas fotos da queimada que vi pela estrada.

    ResponderExcluir
  11. I got my first electronic cigarette kit at VaporFi, and I recommend getting it from them.

    ResponderExcluir

As flores...certamente
é a forma que Deus arranjou
de se mostrar a todo instante
em qualquer lugar
a todos os seres do Universo...